UM TEXTO SOBRE QUEM ESCREVE

Leia mais

RESPONDA A PESQUISA DE PÚBLICO

Leia mais

RESENHA: NA NATUREZA SELVAGEM

Leia mais

INESQUECÍVEL FUNPOPFUN BY FANTA

Leia mais

20 maio 2017

PÂNICO

Já anoiteceu
Borrões luminosos confundem
Estressam a vista
Velocidade.

O vazio não é mais silencioso
Passos, vozes e ninguém por perto.
Aperto.

Agitação.
Passos largos e olhos atentos.
Respiração ofegante, olhos lacrimejantes.

Quer correr.
Fugir, gritar e se esconder...
Anda naturalmente.

Precisa sair!
Não quer estar ali.
Não quer estar em lugar nenhum.

Precisa de um abraço,
de alguém
Precisa de ninguém.

Aceleração.
Quase chora,
não sabe o porquê.

Cabeça baixa e desespero.
Lateja, dói, machuca.
Alucina.

Mais luzes. Piscas.
Sons, sirenes, respiração.
Agonia.

Não consegue falar.
Mal consegue andar!
Força. Muita força.

Punho cerrado.
Unhas na carne.
Dor.
Alívio.

Ombros leves, cabeça dolorida.
Olhar pesado e mãos machucadas.
Carente aguarda o sono.

Ao redor nada mudou.
Ninguém reparou!
Batalha vencida,
guerra inacabada.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo