UM TEXTO SOBRE QUEM ESCREVE

Leia mais

RESPONDA A PESQUISA DE PÚBLICO

Leia mais

RESENHA: NA NATUREZA SELVAGEM

Leia mais

INESQUECÍVEL FUNPOPFUN BY FANTA

Leia mais

23 maio 2017

Análise: HARRY STYLES


Sexta-feira (12) foi um dia de muitos lançamentos musicais, e entre eles está o álbum solo de Harry Styles. Poderia arriscar dizendo que este, talvez, tenha sido o disco mais esperado dos ex-One Direction.

O single “Sign of the times” teve uma repercussão incrível, então a expectativa era de algo no mínimo semelhante. Seguindo a música de estreia, o álbum que leva o nome do cantor tem muitas influências do classic rock. David Bowie, Queen, Pink Floyd... Todos da terra da rainha parecem ter contribuído para essa fase em que Harry está mergulhado.

O ritmo do CD foi uma total surpresa, eu particularmente não esperava esse tom. Estava acostumada com as músicas do One Direction, com a parceria de Louis Tomlinson e com o próprio "Mine of Mind" do Zayn Malik. Styles se distanciou totalmente desse estilo mais pop e comercial, tornou-se um músico novo! Me arrisco mais uma vez: Harry está melhor fora da boyband! Não só ele, mas Zayn também. Ambos encontraram a sua música, e se tornaram superiores no mercado.


Minhas impressões sobre as músicas são bem simples, todas boas, vocais talentosamente explorados, melodias harmônicas e instrumental impecável. Porém acredito que nem todas tem as qualidades necessárias para se tornarem singles.

Os destaques são “Sign of the times” (óbvio), "Two Ghosts", " Ever Since in New York", "Sweet Creature" e "Kiwi". "From the Dining Table" , minha faixa favorita, parece muito com Pink Floyd!

Na internet, o álbum repercutiu muito! Foi alvo de muitas criticas positivas, tanto do público jovem quanto do público mais velho. O próprio ex-baterista do Pink Floyd, Nick Mason, manifestou interesse em tocar com o artista.

Harry vive um dos melhores momentos da sua carreira musical, longe do One Direction se torna um nome de presença no cenário da música britânica jovem. 

Seu disco só firma ainda mais essa ideia e estou louca para tê-lo em mãos! É bom no nível de despertar interesse em pessoas que, até então, não acreditavam em seu potencial na boyband.




ANÁLISE ESCRITA PARA A PÁGINA DO LEI DE MURPHY NO FACEBOOK. CLIQUE AQUI PARA CONFERIR O CONTEÚDO.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo