UM TEXTO SOBRE QUEM ESCREVE

Leia mais

RESPONDA A PESQUISA DE PÚBLICO

Leia mais

RESENHA: NA NATUREZA SELVAGEM

Leia mais

INESQUECÍVEL FUNPOPFUN BY FANTA

Leia mais

09 janeiro 2016

Um ponto de vista sobre Donnie Darko.



Olá eu sou a Laura, a nova colaboradora do blog. Essa é a minha primeira postagem, e para estrear bem, resolvi falar sobre meu filme favorito. Na verdade é uma analise própria que fiz assim que assisti pela primeira vez Donnie Darko. Depois de refletir muito sobre o filme, acho que Richard Kelly quis que cada pessoa tivesse uma visão diferente, cria-se uma própria conclusão, sem achar que o filme é sem pé nem cabeça.
Antes de ler eu aconselho que assista o filme, tem disponível no netflix.


ATENÇÃO: Contém Spoilers do filme (Fatos importantes que aconteceram.)


E se esquizofrenia não for um problema psicológico? For apenas outro modo de ver as coisas? De enxergar o que as pessoas não enxergam? Um modo de descobrir coisas, que se você não fosse desse “jeito”, não encontraria uma nova dimensão, um novo método de mudar todos os momentos de dor e escuridão, para paz.
Donnie Darko, nome parecido com de super-herói, mas isso não significa que ele não seja. É um garoto considerado problemático.
Poderia apenas ser uma ilusão, poderia ser maluquice, muitos poderiam não acreditar. Mas é muito fácil colocar a culpa na loucura, sem antes, desvendar o resto.
E se Frank fosse colocado para representar pessoas que vivem a nossa volta? Que se passam por boas, mas no final, seu maior desejo é vingança?
Gretchen seria a garota por qual Donnie se apaixona. E que seria morta, um dia antes do tal fim do mundo. E se ela fosse a representação do amor, pessoas que vale apena se arriscar?
Tantas coisas aconteceram na vida de Donnie que ele não poderia dividir a vida em duas emoções, pois ela não é tão fácil assim. Amor não é o polo positivo, porque sofremos com o amor. A vida não pode ser dividida por ponto de certo e errado, de bom ou ruim. A vida é uma mistura de emoções, desejos e gostos diferentes.
Será que a turbina que atingiu o quarto de Donnie, era para ser uma representação da morte? A única coisa na vida que não conseguimos evitar? Será mesmo que toda criatura viva, morre sozinha? E se Donnie quisesse provar que podemos ajeitar tudo para melhor, evitar, pelo menos tentar mudar as coisas.
Ao fim ele consegue, através do sacrifício próprio, alterar o destino. Se ele continuasse no quarto, se sacrificando, Frank não teria criado o caos e Gretchen não ia conhecer Donnie, ela estaria salva.


Seu professor de ciências, que o ajuda com duvidas sobre viajem no tempo, diz que é preciso de uma nave de metal que voasse na velocidade da luz para abrir um buraco de verme e voltar ao passado.
Donnie toca no assunto sobre o destino que Deus escreveu, pois ele não poderia acreditar que se existe viajem no tempo, esse destino não seria seguido. Para os cristãos, o destino que Deus escreveu já está escrito e não pode mudar.
E se era possível mudar o destino, como um professor poderia dizer a um adolescente que tudo pode mudar e que nada está escrito? E se colocaram uma coisa na nossa cabeça desde quando éramos jovens? Alguma forma de fazer acreditar no que eles querem, não no que nós realmente queremos saber. Será que tudo que acreditamos é mentira, ou será que todas nossas perguntas vão permanecer sem resposta?
É uma verdade que ainda não foi encontrada, e eu não vou me satisfazer com uma possível mentira.
O professor se recusa a explicar. Ele poderia perder o emprego. Talvez por ser um anticristo (?).
Será que Donnie preferia viver as tragédias de sua vida como: ser isolado da família, não conseguir se expressar na escola, ser considerado problemático por todos, ser amigo de quem causou tremendos escândalos o mesmo que também salvou sua vida. Será que tudo isso aconteceu por que ele acordou ao mandado de Frank e não continuou no quarto para morrer? E se ele não mudasse “O Destino De Deus”? Como seria a vida dele, e se ele não tentasse nenhuma vez, ver a verdade? “E se pudesse voltar ao passado e pegar todos os momentos de dor e escuridão e substituí-los por algo melhor?”. Foi o que Donnie Darko fez. Novamente é muito fácil ficar colocando a culpa na loucura sem tentar desvendar o resto.


Espero que tenham gostado! Não se esqueça de comentar.

xoxo

Instagram: WHODARKO





2 comentários:

  1. Ótima resenha laura

    ResponderExcluir
  2. Não li por motivos de TEMMMMMMMMMM SPOLIER!!!!! kkkkkkkkkkk Mas fiquei curiosa e agora vou ver o filme e depois volto aqui

    http://simplesmenteassimj.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo