UM TEXTO SOBRE QUEM ESCREVE

Leia mais

RESPONDA A PESQUISA DE PÚBLICO

Leia mais

RESENHA: NA NATUREZA SELVAGEM

Leia mais

INESQUECÍVEL FUNPOPFUN BY FANTA

Leia mais

13 junho 2014

Sobre "A culpa é das estrelas"



Finalmente, depois de muito tempo, varias expectativas criadas e muita (muita mesmo) ansiedade, eu assisti “ A culpa é das estrelas”. Um filme excepcionalmente fantástico, que não deixou a desejar nada, principalmente para aqueles que assim como eu leram o livro e aguardavam com tanta ambição seu lançamento.

Vou deixar bem ressaltado: Independente de seu gosto para filmes; se leu o livro ou não; se a história te chamou a atenção ou não... Você deve, antes de morrer, ver essa belíssima obra adaptada para o cinema.
Julgue como quiser, aqui não está à opinião de só uma fã, mas sim de uma espectadora que se comoveu com a historia, e apesar de romances não fazerem parte dos seus gêneros preferidos diz com convicção que “A culpa é das estrelas”, além de uma das melhores transformações de livro em filme é ( sem sombra de duvidas) um dos melhores filmes que já assistiu.

Capaz de te fazer questionar sua própria existência (hahahaha), o filme lhe faz refletir sobre diversas coisas. Analisar e compreender de modo diferente. Ou no meu caso (dramaticamente) encher o saco das suas amigas dizendo: A vida é uma droga!

“Não, à vida não é uma droga, você faz a sua vida ser uma droga.” Apesar de ter parecido, insensível na hora, minha amiga tinha razão. Eventualmente John Green quisesse transmitir essa ideia. Não é porque se tem uma doença terminal, que lhe dá dias contados que se deve deixar de viver, e também não é preciso ter câncer para notar isso.


A dor realmente precisa ser sentida, para que se possa supera-la. Não devemos ficar na comodidade esperando que as coisas venham até si, assim como não se deve evitar nada, nem mesmo o amor.

Não sei se posso, dizer que a historia de Hanzel e Gus seja mais um clichê romântico. Isso porque ao meu ponto de vista, supera qualquer outro romance. E não, não é pelo fato de os dois terem câncer! Acho que esse “pequeno” detalhe serve só para tornar tudo mais sensível, um pouco mais incomum (talvez não).

Enfim, não quero falar mais sobre minha opinião, mais que positiva, sobre o filme. Pois me conhecendo bem, vou acabar soltando alguns spoilers. Então de novo destaco: Assista ao filme, vale à pena!

Se for mais um daqueles ignorantes ( desculpa o termo) que não querem saber sobre essa historia, por ser “Modinha", deixo-lhes um recado: Talvez o motivo do livro/filme está assim tão bem divulgado, seja que muitas (muitas mesmo) pessoas tenham gostado, admirado e amado. Talvez não CERTEZA. Portanto antes de dizer algo a respeito disto, assista “A culpa é das Estrelas” e escute sua maravilhosa trilha sonora. Depois tire suas próprias conclusões.

Não adianta julgar sem antes conhecer.

Trilha sonora do filme - Escute (todas)

4 comentários:

  1. Debs, que saudade! Olha, eu adorei teu post, confesso que pra mim, o melhor livro do John Green é Cidades de Papel, ele é um bom escritor, mas na minha opinião, depois de dois livros dele, que li, enjoei um pouco da "fórmula" que ele usa pra todos eles, (a menina sedutora e misteriosa, o garoto apaixonado por ela, o amigo esquisitão). Mas, sobre ACEDE, não curti muito o livro, e gostei muito do filme. Pra mim, no filme deu pra ver muito mais sentimento que no livro. Essa foi a única coisa que eu senti falta (no livro). ENFIM EU FALO DEMAIS djkkl

    apareça no grupo das puris
    beijão
    mai

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, em todos os livros que li do querido João verde (rs) essa "formula" sempre aparece. Mas não tem como não se apaixonar com o filme, sai do cinema com vontade de assistir de novo. Hahahaha

      pode deixar mai, vou começar a me entrosar mais no grupo :))

      Excluir
  2. Eu amei o seu post ♥ Que incrível. Ah, o filme é lindo, sem dúvidas, vale a pena. E se eu olhar mais umas 3432432 vou chorar de novo, hahahaha. Sem contar na trilha sonora que é demais ♥ E os atores também, haha ai é tudo perfeito. E, tens razão, todo mundo chamando de "Modinha" sendo que nem viu o filme ou nem leu o livro, e já tão julgando por aí, antes de conhecer.
    E as frases do livro/filme de uma maneira ou de outra, me fizeram refletir, e acredito que todo mundo que leu o livro ou viu o filme também. Beijinhos ♥

    https://quebrarosilencio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Débora, estou conhecendo seu blog agora! Eu ainda não vi o filme mas li o livro. Pra mim ele é o único livro bom do John Green e estou colocando muitas esperanças de que o filme é muito bom e lindo,claro hehe Adorei o post!

    Vem conhecer o Café Com Babis (:

    ResponderExcluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo